Controles financeiros: vida ou morte

maio 20, 2013

Confira este artigo do Prof. Murara sobre a importância dos Controles financeiros: vida ou morte.

O fruto das vendas ou da prestação de serviços de uma empresa precisa ser suficiente para honrar com os compromissos com fornecedores, colaboradores, pagar os tributos e gerar lucro. Para que isto ocorra é necessário ter informações confiáveis nas mãos. Aqui começa a primeira tarefa: Conhecer os custos fixos, variáveis, calcular o ponto de equilíbrio, etc. Se eu desconheço o local e o tamanho do furo o pneu continuará esvaziando.
Muitos empreendedores de pequenos negócios, que atendo diariamente, justificam a falta de controle alegando que seu negócio não é comum, que tem particularidades e que não conseguem gerenciar de forma padronizada. Aqui começa o erro. De forma geral todas as empresas, de todos os ramos e de todos os portes precisam controlar: caixa, bancos, contas a receber, contas a pagar, despesas e estoques. Sem esses controles, o empresário não gerenciará as finanças da empresa e a ladeira será íngreme.
Uma empresa pode ter muito dinheiro em caixa e estar caminhando rapidamente para a falência, bem como pode ter alguns boletos para pagar, não ter nenhuma moeda no caixa e estar crescendo a passos largos. Se a empresa trabalha com uma margem de lucro pequena, compra mercadorias com pagamento a vista e vende com longo prazo de recebimento, terá problemas. Isto parece ridiculamente obvio, mas é muito mais comum que você pensa.
Estoque parado na maioria das vezes é dinheiro parado com custo logístico. Há empresas que não sabem o montante financeiro de seus estoques, compram muito acima do necessário, compram mercadorias que não giram ou compram abaixo do necessário  gerando desabastecimento da produção e atraso nas entregas/recebimentos.
A gestão correta do capital de giro, nas micro e pequenas empresas resolve praticamente a maioria dos problemas financeiros. Não é possível gerir o capital de giro de uma empresa sem os controles discutidos até aqui. Empresas que vendem a prazo financiam seus clientes e precisam de dinheiro para isto, empresas que compram a prazo estão sendo financiadas pelos seus fornecedores. Então quais contas podem ou devem ser financiadas com capital de giro? Sem controle a decisão fica inconsistente.
Estatísticas mostram que a maioria das empresas que fecham as portas tem como motivo a má gestão financeira. De fato a maior parte do tempo gasto pelo empreendedor na administração do negócio deve estar na gestão do capital de giro. Se você ainda acredita que na teoria é assim, mas na pratica a “coisa é diferente”, vai o recado: Até mais! Encontraremos-nos em breve… na estatística! (Fonte: Blog Prof. Murara)

Não deixe de fazer seus controles financeiros! Comece já hoje!

Conheça o GetControl e faça a gestão de sua empresa.

homecloudcloud-synccloud-checkdatabaseenveloperocket